Blog da LEMA

Engenharia de Alimentos, Empreendedorismo e afins

Produção de chocolate

05.10.2017

O chocolate é um dos alimentos mais amados de todo o mundo e ele está presente em diversas preparações.  Quer conhecer mais sobre suas etapas de fabricação? Então cola aqui com o #ProcessoDaVez que a gente vai te contar!

 

 

 

Parte 1 – histórico:

 

A palavra chocolate é originada das línguas indígenas mesoamericanas, mas sua origem não é completamente esclarecida, existindo várias versões: a primeira delas diz que o termo deriva de chocola’j que significa “beber chocolate juntos”, enquanto outra versão diz que a palavra foi construída usando o termo maia chocol (quente) junto com o termo asteca atl (água).

 

Tudo começou a uns três mil anos atrás (sim, antes de Cristo!) lá na região que se estende do México, passando pela América Central até a parte tropical da América do Sul, onde o cacaueiro crescia.  Durante a civilização maia, era cultivado e, a partir de suas sementes, era feita uma bebida amarga, xocoatl, que era temperada com baunilha e pimenta. Acreditava-se que o xocoatl combatia o cansaço e era afrodisíaco.

 

Por suas reconhecidas propriedades e difusão regional, o cacau ganhou grande importância econômica sendo utilizado como moeda pelos maias e como forma de pagamento de tributos pelos astecas (também utilizavam como forma de pagamento do soldo dos soldados e como forma de alimentá-los).

 

Alguns séculos depois, há relatos que os indígenas o tomavam na forma de uma bebida fria, sem nenhum adoçante nem leite, o que a tornava desagradável ao paladar europeu, que a consideravam muito amarga. Então, foi adicionado açúcar de cana e outras especiarias e ela passou a integrar a dieta criolla. Para melhor conservação durante o transporte, o pó era prensado em forma de biscoitos e tabletes, que eram derretidos em água no momento do consumo. Mesmo assim, a bebida de cacau teve de ser imposta aos espanhóis.

 

Por quase 100 anos, o preparo da bebida permaneceu como um segredo espanhol até que foi introduzido na Itália e na França no inicio do século XVII, sendo o chocolate considerado tanto como um alimento como um auxiliar da digestão.

 

Com o passar do tempo, a demanda cresceu e já não era mais suficiente à produção mexicana então foram introduzidas em outras regiões tropicais com mão de obra escrava. Durante o século XVII, o chocolate passou a ser usado também em forma de doces sendo bastante apreciado pela nobreza europeia. A primeira chocolataria foi inaugurada em Londres em 1657.

Em 1689, o médico Hans Sloane desenvolveu na Jamaica uma bebida a base de leite com chocolate que foi inicialmente usada por boticários. Posteriormente, em 1897, a formulação foi vendida aos irmãos Cadburry.

 

Em 1765 surge a primeira fábrica de chocolate nos Estados Unidos, a companhia Baker’s, nascendo uma indústria chocolateira, com os processos mecânicos substituindo os métodos artesanais. Em 1788, foi desenvolvida uma máquina para moer, misturar e aglomerar a massa de cacau.

 

Na primeira metade do século XIX, os portugueses, que já haviam levado o cacau para o Brasil, que se tornou o maior produtor nos primeiros anos do século XX. Também ao longo dos séculos XIX e XX, o chocolate atingiu elevados níveis de qualidade em função dos diversos aprimoramentos realizados enquanto os preços caíram e os primeiros “empresários do cacau” surgiram, dentre eles: Hershey, Cadburry, Fry, Nestlé, Lindt.

 

 

 

 

Ao longo do século XIX, surgiram fábricas que utilizavam vapor no processo de fabricação, a primeira fábrica suíça, um método de retirada da gordura das sementes torradas. Em 1879, Daniel Peter, teve a ideia de usar leite condensado, inventado pelo químico Henri Nestlé em 1867 para fazer o chocolate ao leite e Rodolph Lindt inventou um processo para melhorar a qualidade dos bombons de chocolate.

 

Durante as guerras mundiais o poder energético e antidepressivo do chocolate é reconhecido pelo exército dos Estados Unidos. Em 1941, Forrest Mars lança o M&M’s, pastilhas de chocolate recobertas com uma camada de açúcar colorido.

 

Atualmente o Brasil é o quarto produtor mundial de chocolate e o produto aqui produzido possui boa higiene e qualidade nutricional, além de bom sabor. Curtiu? Então fica ligado no nosso blog pras próximas partes para desvendar mais sobre como essa delícia é feita! Beijos de luz! 

 

 

Referências bibliográficas

MINIFIE, B.W. Chocolate, cocoa and confectionery – Science and technology. Third edition. Aspen Publishers, Inc. California, 1999.

Chocolate. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Chocolate>

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts em destaque

A primeira impressão

1/9
Please reload

Colunas
Please reload

Posts recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga a gente!
  • Facebook Basic Square
RSS Feed
Please reload

Sobre Nós
Entre em contato

Somos uma organização sem fins lucrativos, criada por estudantes e para estudantes, com o propósito de unir a academia com o mercado.

        Curta nossa página!

  • Facebook LEMA

lema@eq.ufrj.br

Av. Athos da Silveira Ramos, 149 - Cidade Universitária, Rio de Janeiro - RJ, 21941-909

  • Instagram Social Icon
Siga a gente!
Telefones

Representante Geral

Jessica Lima

21 96463 - 4088

© 2018 por LEMA. Criado por Anna, Mariath e Nathaly.