Blog da LEMA

Engenharia de Alimentos, Empreendedorismo e afins

A tal Engenharia de Alimentos

02.10.2017

Você alguma vez já ouviu falar sobre a tal Engenharia de Alimentos? Se a resposta foi sim, esse post vai te ajudar a entender muito mais sobre a área. Se a resposta foi não, hoje é o seu dia de conhecer essa profissão que está mais próxima de você do que imagina. Ficou animado? Então vamos lá!

 

 

Agora eu vou começar te contando um pouquinho sobre a história da Engenharia de Alimentos.

No Brasil, o curso multidisciplinar foi reconhecido pelo Governo Federal em 1971, através do Decreto-Lei 68644 e seu currículo mínimo obrigatório foi definido na nova concepção de ensino de engenharia no Brasil. A primeira Faculdade de Engenharia de Alimentos do Brasil, a FEA – Unicamp, completa em 2017 seus 50 anos. O curso surgiu aqui no Brasil com o objetivo de melhor aproveitar os recursos naturais e torná-los acessíveis à maior parte da população brasileira. Atualmente existem diversos cursos de Engenharia de Alimentos no Brasil, dentre os quais está o curso ofertado pela UFRJ, onde a LEMA atua.

 

Você pode estar se perguntando, “a Engenharia de Alimentos no Brasil já tem mais de 45 anos e como eu ainda não sei o que é? ” Bom, fica tranquilo que você vai entender.

É uma área específica da engenharia que consiste na especialização que abrange todos os aspectos da industrialização de alimentos, isto é, está presente em toda a cadeia produtiva, desde a elaboração da formulação dos produtos até o armazenamento e estocagem, percorrendo a fabricação e o transporte dos mesmos.  Mas como assim? O quero te dizer é que cada alimento que você tem no armário de casa ou nas prateleiras do supermercado, desde a sua fabricação até estar prontinho para ser consumido, tem Engenharia de Alimentos ali.

 

A importância da Indústria é enorme, e entenda a seguir o porquê. O primeiro ponto é o seu papel na redução da fome no mundo. Se você estudar um pouquinho sobre crescimento populacional vai entender bem melhor sobre o que estou falando aqui. Esse crescimento se dá exponencialmente, enquanto que a disponibilidade de recursos naturais alimentícios se dá de maneira mais linear. Ou seja, sem a produção industrial de alimentos, seria impossível manter a população de 7,2 bilhões bem alimentada. Ainda assim existem 795 milhões de pessoas no mundo que passam fome. Por esse motivo os profissionais da Engenharia de Alimentos buscam a cada dia desenvolver tecnologias para melhorar aspectos nutricionais dos alimentos e melhorar a produtividade alimentar, ao mesmo passo que buscam combater ao desperdício (80 milhões de toneladas de comida/ano na América Latina são jogadas fora).

O segundo ponto é a conservação de alimentos. Esse é um assunto muito importante para outros posts, uma vez que atualmente há alguns mitos e informações perdidas sobre os aditivos. Em resumo, sem esses aditivos adicionados ou processos utilizados nos alimentos, a probabilidade de você estar consumindo um alimento contaminado seria grande.

 

Basicamente, entre muitas outras atribuições que abordaremos futuramente, o Engenheiro de alimentos busca desenvolver produtos seguros e nutritivos para o consumo. Isto inclui produtos para quem possui restrições alimentares, como por exemplo a alergia a glúten e a diabetes. Ele também ajuda a manter os produtos sazonais durante o ano inteiro, busca soluções para que seja possível aproveitar ao máximo os resíduos gerados no processamento e visa o aumento da vida de prateleira dos produtos, isto é, para que você chegue no mercado e seu suco ou biscoito favoritos estejam prontinhos para você.

 

Então não se assuste se, ao abrir o pacotinho de alegria na hora do lanchinho, você se lembrar da Engenharia de Alimentos! E não deixe de conferir o blog para ficar por dentro de tudo sobre ela.

 

 

Referências bibliográficas

Faculdade de Engenharia de Alimentos. Disponível em: <www.mostra.50anos.unicamp.br/node/8>

What is Food Engineering?. Disponível em: <www.ufrgs.br/icta/engenharia-de-alimentos-en/o-que-e-engenharia-de-alimentos-en>

MORENO, A. C. Guia de carreiras: engenharia de alimentos. Disponível em: <g1.globo.com/educacao/guia-de-carreiras/noticia/2012/06/guia-de-carreiras-engenharia-de-alimentos.html>

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts em destaque

A primeira impressão

1/9
Please reload

Colunas
Please reload

Posts recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga a gente!
  • Facebook Basic Square
RSS Feed
Please reload

Sobre Nós
Entre em contato

Somos uma organização sem fins lucrativos, criada por estudantes e para estudantes, com o propósito de unir a academia com o mercado.

        Curta nossa página!

  • Facebook LEMA

lema@eq.ufrj.br

Av. Athos da Silveira Ramos, 149 - Cidade Universitária, Rio de Janeiro - RJ, 21941-909

  • Instagram Social Icon
Siga a gente!
Telefones

Representante Geral

Jessica Lima

21 96463 - 4088

© 2018 por LEMA. Criado por Anna, Mariath e Nathaly.