Nossa História

     "A história da LEMA tem seu início em 2015, quando esta ainda era apenas uma fantasia no imaginário discente. Evoluída pouco a pouco a partir do desejo e da inquietação de alunos da Engenharia de Alimentos da UFRJ, que não se sentiam contemplados pelos conteúdos ministrados em sua unidade de ensino, a ideia de promover um maior fluxo de conhecimentos da área de alimentos na Escola de Química da UFRJ, passou por muitos planos até chegar ao que é hoje. Naquele ano, a primeira tentativa foi de criar uma empresa júnior, mas este projeto não obteve sucesso. Sem nos dar por vencidos, insistimos no nosso objetivo e achamos no recém-nascido Movimento de Ligas Universitárias o apoio, a autonomia e o modelo de organização que precisávamos. 

     Então, em 2016, a LEMA nasceu, trazendo como primeiro tema o Ciclo de Cerveja, cujo objetivo era difundir conhecimentos da Engenharia de Alimentos por trás da produção de cerveja artesanal e industrial e auxiliar os microempreendedores do ramo. Foram realizados vários eventos de fomento ao empreendedorismo e à tecnologia cervejeira, como visitas técnicas em indústrias de grande porte, workshops de produção de cerveja, curso de empreendedorismo cervejeiro, palestras e um concurso de cerveja artesanal. 

     Em 2017, em reconhecimento ao trabalho desenvolvido no ano anterior, o qual ganhou proporções que não se imaginavam antes da criação da liga, a LEMA foi homenageado na Câmara Municipal dos Vereadores do Rio de Janeiro, em uma Moção de Louvor e Aplauso pelos Serviços de Fomento ao Empreendedorismo prestados à sociedade carioca. Nesse mesmo ano, a LEMA também organizou o primeiro evento de comemoração do Dia do Engenheiro de Alimentos na Escola de Química, reunindo graduandos, pós-graduandos e professores nesta confraternização que seria um marco, o símbolo da nova trajetória que o curso de Engenharia de Alimentos da UFRJ iniciara.

     Depois do bem sucedido Ciclo de Cerveja, ainda tivemos o Ciclo de Doces e Chocolate e o início de uma nova metodologia de ensino, na qual as grandes áreas da Engenharia de Alimentos (Ciência de Alimentos, Tecnologia de Alimentos, Engenharia de Alimentos, Segurança de Alimentos e Mercado de trabalho) seriam abordadas de forma mais dinâmica e abrangente, com um viés voltado a estudantes da área e outro voltado aos empreendedores do ramo. 

     Atualmente, com apenas 2 anos de vida, um total 35 alunos de todos os cursos e turnos da Escola de Química fizeram parte desse projeto, crescendo e se desenvolvendo junto com a LEMA na realização de cerca de 20 eventos, que atingiram mais de 9000 pessoas através das redes sociais e em suas atividades presenciais, impactando um público de dentro e fora da UFRJ e trazendo uma nova perspectiva para Engenharia de Alimentos e pra sociedade carioca, como bem reconhecido pela Câmara Municipal de Vereadores do Rio. O legado que a LEMA está construindo sem dúvida trará outra cara para EQ e muitos benefícios para seus alunos. E a nossa história está apenas começando!

Vem com a LEMA inovar, crescer e fazer muito mais!"

Por Dayani Ribeiro, uma das fundadoras da LEMA

"Tirar a LEMA do papel, me exigiu grande capacidade de adaptação, de projetar e realizado se aprender com os próprios erros e buscar sempre novos conhecimentos. A partir da capacidade adquirida de resolver problema, uma infinidade de novos conhecimentos vieram, tais como ferramentas de marketing, gestão de pessoas, projetos & finanças e negociações"
Dayani Ribeiro
Co-fundadora da LEMA
"Ser um dos membros fundadores  da LEMA trouxe responsabilidades na gestão de recursos, pois no começo e durante os projetos os recursos eram limitados. Bem como no trabalho em equipe, pois foi fundamental aprender a lidar com diferentes pessoas, gerando um conhecimento no gerenciamento de conflitos e interesses."
Diego Sandora
Co-fundador da LEMA
"Estar na LEMA me fez perceber, cada vez mais, o quão importante é corrermos atrás de experiências diferentes e desafiadoras, que serão enriquecedoras para o nosso futuro. A universidade por si só não nos proporciona tudo o que podemos aprender ao longo de uma graduação. Fundar e participar de uma liga universitária contribuíram para que eu desenvolvesse e aprimorasse diversas habilidades como liderança, foco, dedicação e de trabalho em equipe. Fora os laços, que são eternos, pois formamos uma família, em busca dos mesmos objetivos."
Nathaly Corrêa de Sá
Co-fundadora da LEMA